Cozinha GourmetGuia do Churrasco

Como preparar um churrasco perfeito?

Dicas para preparar o churrasco digno de um brasileiro!

No Brasil, o churrasco é sinônimo de comemoração… Churrasco para comemorar o aniversário, para reunir os amigos e familiares, para beber uma cerveja gelada ou para simplesmente assar uma carne.

Por isso, é de bom tom todos os brasileiros saberem fazer um churrasco de qualidade. Mas você sabe preparar?

Hoje, daremos dicas essenciais para preparar um churrasco. Vamos lá?

Dica 1:

O cálculo para quantidade de carne é com base no número de convidados. Para isso deve-se contar, em média, 500g por pessoa.

Dica 2:

É importante diversificar as carnes entre bovina, suína e frango, e não esquecer os complementos como saladas, queijos e pães de alho. Ao comprar as carnes é essencial prestar atenção ao marmoreio, que é a gordura entremeada no meio das fibras da carne. Quanto mais marmoreio a peça tiver, mais macia e suculenta a carne tende a ser.

Dica 3:

A carne nunca deve ir para a grelha gelada, o ideal é retirar da geladeira pelo menos 30 minutos antes do preparo, desta forma, a carne estará em temperatura ambiente e será mais fácil atingir o ponto correto. Após a retirada do fogo, a carne deve aguardar de 2 a 3 minutos, antes de ser cortada, para que os sucos não saiam com tanta facilidade e a carne será servida com mais suculência.

Dica 4:

O verdadeiro churrasco é temperado apenas com sal grosso. Não use temperos, porque tiram o gosto da carne. Além de temperar na medida certa, o sal grosso ajuda a selar a carne enquanto derrete sobre o fogo, evitando que ela perca muito suco e resseque por dentro.

Dica 5:

Compre as carnes em um açougue de confiança. Uma picanha, por exemplo, dificilmente possui mais de 1,1 kg. Se a peça vendida é mais pesada do que isso, provavelmente traz uma parte de coxão duro.

Dica 6:

Prefira o carvão de eucalipto. Além de segurar a brasa por mais tempo, são mais ecológicos. Para acender o fogo, use sempre álcool em gel. Evite produtos que gerem combustão e que sejam perigosos.

Dica 7:

Observe a relação entre calor e distância da brasa. Uma forma de medir a temperatura é colocando a mão na altura em que a carne será assada. A temperatura deve ser suportável por 7 segundos, o que mostra que a relação entre calor e distância está boa.

Dica 8:

Comece assando a costela suína, acomodando-a a 40 cm da brasa e no fundo da grelha, onde o calor é mais intenso. Essa também a hora de assar as linguiças (na mesma altura mencionada). Atenção: nunca fure as linguiças com um garfo, pois elas perderão líquido e, consequentemente, ficarão secas, sem suculência.

Dica 9:

Uma das principais dúvidas é em que momento virar a carne. Muitas vezes o churrasqueiro fura a peça para verificar seu cozimento, o que não é indicado. O aconselhável é virar a carne utilizando uma pinça e apenas uma vez quando o sangue começar a aparecer na parte superior ou quando a parte de baixo estiver completamente selada.

E por fim, nunca deixe de se divertir. Pois é este o intuito do churrasco brasileiro.

 

Referências: Comida e Bebidas, Cuecas na Cozinha e Bonde.

4 comments

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *