Cozinha GourmetGuia da Cerveja

Você sabe como servir uma cerveja?

O jeito certo de servir cada tipo de cerveja!

Basicamente, ao se servir uma cerveja, deve-se inclinar o copo a 45 graus e verter a bebida até completar cerca de metade dele, quando então, deve-se colocá-lo a 90 graus e terminar o serviço.

Parece bastante simples, mas na verdade o ritual de servir uma cerveja é cheio de detalhes, que podem fazer muita diferença na apreciação da bebida. E alguns estilos ainda têm suas particularidades ao servir.

No caso das Pilsen, por exemplo, o procedimento é o básico: deve-se verter a cerveja lentamente, com o copo a 45 graus, até preencher metade do volume total e, então, com um pequeno afastamento da garrafa ou da lata, jorra o liquido no centro do copo, para provocar a formação de espuma. O colarinho deve ter entre 3 e 4 centímetros, ou dois dedos.

Para as Ale, deve-se seguir o mesmo procedimento de inclinar o copo a 45 graus, e depois a 90 grau, com apenas uma diferença: procurar fazer com que o liquido escorra diretamente pelas paredes internas do copo, até dois terços dele, evitado jorrá-lo, o que produziria espuma excessiva. O colarinho deve ter no máximo 2 centímetros, ou um dedo.

cerveja“Deve-se dar uma pausa para que a bebida assente”

As cervejas Stout produzem uma espuma densa e exigem paciência de quem as serve. Primeiro deve-se encher o copo devagar até a metade, o que já produz bastante espuma. Então, deve-se dar uma pausa para que a bebida assente, e a espuma reduza e se acomode. Após alguns minutos, completa-se o copo, facilitando a formação de um creme característico.

Já a Weissbier, cerveja de trigo, requer cuidado antes mesmo de se abrir a garrafa. É importante observar se a palavra Hefe aparece no rótulo, o que significa que ainda existirão na garrafa resíduos de fermentação que podem provocar uma reação de espuma excessiva.

Deve-se seguir um ritual que começa com a prepação do copo Weisen, que deve ser molhado internamente antes de receber o liquido. O liquido deve escorrer gentilmente pelas paredes internas, sem produzir espuma, até três quartos da altura do copo. Em seguida, é necessário agitar a garrafa para que o liquido restante colete os últimos resíduos de levedo ainda presentes. Essa mistura deve ser acrescentada ao copo, formando o colarinho branco, típico desse estilo de cerveja.

Referência: Livro Larousse da Cerveja – Ronaldo Morado

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *